Sobre a nossa Geração de Mulheres, e o que andam compartilhando por aí

Olá, queridas leitoras!

Hoje vim mais uma vez dar uma opinião a vocês para que reflitam a respeito do que lêem e compartilham em suas redes sociais. Há alguns dias venho vendo em meu “feed” do Facebook um texto circulando com o título “A incrível geração de mulheres que foi criada para ser tudo que um homem NÃO quer”. Esse é um texto já um tantinho antigo, escrito pela colunista do Estadão Ruth Manus, e que voltou a circular de forma viral pelas pages, com um conteúdo bastante duvidoso a respeito do que os homens esperam de uma mulher.

COZINHA - LULU

No texto, a autora justifica sua “solteirice” por ser uma mulher independente, por estar no mercado de trabalho disputando as vagas com os homens, por ter estudado “pra caramba” e por ter sua própria vida. Alega que mulheres assim, com caixa de e-mails lotadas, vidas cheias de compromissos e sem tempo para mais nada ficam solteiras pelo fato de serem independentes. Ela diz que os homens ainda esperam se casar com as donas de casa, mulheres que vivem para eles sem ter sua vida própria. DISCORDO.

VINTAGE

Nós mulheres conquistamos muito nos últimos anos, conquistamos espaço, respeito, admiração e neste mesmo compasso os homens foram se adaptando a esta nova mulher, a este novo modelo de relacionamento com mais igualdade e responsabilidades  divididas e compartilhadas. Eu não venho aqui escrever suposições ou o que eu “acho” que aconteceu. Escrevo minha própria experiência, que é pequena, mas é válida. Em meus três relacionamentos sérios os meus estudos, meu trabalho e meu crescimento profissional sempre foram pauta de discussão. Fui muito ajudada e incentivada a crescer profissionalmente e isso sempre foi motivo de orgulho para quem estava ao meu lado, e continua sendo. Todas as minhas conquistas diárias, meu novo emprego, minhas promoções, minhas descobertas, sei que fazem brilhar os olhos não só dos meus pais, mas de meu amado também.

MAQUIAGEM - LULU

O texto que vem sendo compartilhado por tantas mulheres é extremamente machista, e se o machismo está ainda tão presente em nossa sociedade, a culpa não é só dos homens. Conheço mulheres muito machistas, que realmente foram criadas para fazer bolo para os maridos, e mesmo tendo um mundo inteiro progredindo e evoluindo ao seu redor, preferem continuar achando que a admiração do homem virá quando ele perceber quão bem ela limpa sua casa e arruma sua cama. Assim como conheço muitas assim, tem essas ainda, como a autora do texto, que cresceram profissionalmente seguindo a tendência do mundo, mas que ainda mantém um “pezinho” lá no século XVIII, usando sua independência e vida social ativa para justificar suas desilusões amorosas.

Vamos apenas refletir um pouquinho, esse é o meu chamado. Relacionamentos acabam ou nem começam por falta de interesse, por falta de carinho, por incompatibilidade, por traição, mas não por crescimento profissional e intelectual. Raros os casos onde realmente há falta de tempo para a vida pessoal e “incompatibilidade de agenda” que prejudicam o relacionamento. Esses são casos esporádicos e não podem ser dados como uma regra para justificar uma vida amorosa fracassada. Talvez esteja faltando para a autora uma auto-reflexão, uma análise sobre seus defeitos e suas manias e o quanto eles podem realmente prejudicar seus relacionamentos. Será que não?

KOMBI - LULU

Beijão a todas!

Malu.

Anúncios