A Data de Hoje e Meus Livros na Cabeceira

Olá, meninas lindas!

Há algum tempo estava com vontade de escrever a vocês sobre minhas leituras por aqui, e talvez hoje seja um dia muito especial para falar a respeito dos dois livros que escolhi para começar 2015. Vou explicar: Hoje é “comemorado” o 70º aniversário da Libertação do Campo de Concentração de Auschwitz, o maior e mais terrível campo de extermínio do regime de Adolf Hitler. No dia 27 de Janeiro de 1945 o Exército Vermelho ocupou Auschwitz-Bikernau, o maior símbolo do Holocausto, onde morreram mais de 1 milhão de pessoas.

Em minha saída de férias em Dezembro passado, antes de um vôo longo com meu amado, passei em uma livraria para, despretensiosamente, comprar um livro para me distrair na viagem. Mal sabia eu na história que estava embarcado ao comprar o livro Depois de Auschwitz, de Eva Schloss. O livro conta a história real da autora do livro, uma judia nascida em Viena que sobreviveu ao Holocausto no Campo de Concentração de Auschwitz, e narra com detalhes toda a humilhação, o desespero, a fome, a sede, e as mais bárbaras violações aos direitos humanos sofridos por seu povo durante a época de Hitler. Fiquei durante muitos momentos transtornada, entristecida e doída com as palavras de Eva, chorei e senti minha alma estremecer como toda vez que leio a respeito do Holocausto.

Eva-Schloss-visits-Kent-Ohio020

Eva Schloss – Sobrevivente do Holocausto e Autora do Livro Depois de Auschwitz.

Mesmo tendo bastante conhecimento sobre o Holocausto, “Depois de Auschwitz” me tocou profundamente, e me fez ver o quanto a humanidade ainda precisa caminhar. Terminado o livro, iniciei imediatamente a ler O Diário de Anne Frank, e continuo imersa no mundo do Holocausto, de onde só saio depois de poder tirar as mais profundas conclusões que preciso. O livro é lindo, e também um relato real de uma garotinha judia de 13 para 14 anos que viveu anos escondida em um anexo com sua família e outros companheiros judeus. Anne escreveu seu diário até o dia 1º de Agosto de 1944 quando sua família foi também levada para Auschwitz, e Anne não sobreviveu. O Diário de Anne Frank é considerado uma das mais importantes obras do Século XX, por isso creio que seja de leitura quase obrigatória.

AnneFrank

Anne Frank – Vítima do Holocausto. Durante os anos que passou escondida, escreveu o Diário de Anne Frank.

Sei que são livros muito pesados, que trazem consigo histórias extremamente tristes e cruéis. Mas eu os recomendo pela maneira como tocaram meu coração e minha alma. Tenho hoje, depois destas duas obras, muito mais vontade de espalhar o amor pelo mundo, e se eles me tocaram dessa maneira, tenham certeza que em minha prateleira eles tem um valor inestimável.

Beijão!

Malu R.